quinta-feira, 21 de julho de 2011

Vida adulta / 6

MIL NOVECENTOS E SETENTA E OITO



Troco um aceno com alguém que passa,

a mulher desconhecida:

ela dentro e eu fora do autocarro.



Não nos conhecemos,

nem nos iremos nunca conhecer,

embora nos fiquemos a conhecer
para toda a vida.



(in Açougue, Corunha, Espiral Maior, 2009)



Foto: © de Amadeu Baptista

Vocalise op. 34  (Rachmaninov), soprano Kathleen Battle:


2 comentários:

  1. Uma bela foto e um belo poema. Comemorando a data:FELIZ DIA DO AMIGO! Um abraço da blogueira, Yayá.

    ResponderEliminar